15 trabalhos de acadêmicos são apresentados em seminário do Ipece

4 de maio de 2018 - 10:09

Os estudantes (de graduação) Heitor Gabriel Silva Monteiro (UFC), Anderson Dias Arruda e Pedro Avelino de Sousa Martins, todos da UFC, e Tânia Isabel Pontífice dos Santos (Unilab); os mestrandos Caíke Damião Nascimento Silva (UECE), Mirelle Tainá Vieira Lima (UFCA), Renata Barbosa Monteiro Machado (UECE), Renata Adele de Lima Nunes (Unifor), Aderson Barbosa Costa (UECE), Anderson Tavares Vieira (Unilab), Joaquim Liberato Matos Neto (UFC) e Thaís Nogueira Facó de Paula Pessoa (UECE); e os doutorandos Nosliana Nobre Rabelo (UFC) e Samuel Antônio Miranda de Sousa, da UECE, apresentaram de forma sucinta, na manhã de hoje (04) seus artigos/estudos no Seminário Acadêmico realizado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado.

Com o tema Projeto de Integração Ipece-Universidade de Apoio à Pesquisa, os trabalhos apresentados abordaram vários temas: mercado de trabalho; saúde; desenvolvimento econômico; educação; agricultura; segurança; gestão pública e geografia econômica. Dois autores de trabalhos não puderam comparecer na manhã de hoje: Ênio Giuliano Girão, doutorando pela UFC, e Etho Robério Medeiros Nascimento, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O evento foi aberto pelo diretor Geral do Ipece, Flávio Ataliba, que ressaltou a importância do Seminário, no que tange a aproximação entre o Instituto e o mundo acadêmico (universidades) e para geração de novos conhecimentos. Ele, inclusive, declarou que existe a possibilidade de elevar o número de participantes (trabalhos inscritos) já no próximo ano.

O Ipece abriu, de 09 a 28 de março deste ano, as inscrições para a seleção de projetos de pesquisa destinados a estudantes de graduação e pós-graduação em instituição de ensino superior, autorizada ou reconhecida pelo Ministério da Educação (Mec) interessados em elaborar monografia, dissertação e tese em parceria com Centro de Análise de Dados e Avaliação de Políticas Públicas (CAPP), criado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). O edital que tratou  das vagas foi publicado no Diário Oficial do estado, dia 09 de março. Foram, ao todo, 20 vagas divididas da seguinte fotrma: até cinco monografias para alunos da graduação; até dez dissertações para alunos do mestrado e até cinco teses para alunos do doutorado.

A seleção abrangeu temas de estudos preferencialmente relacionados à análise e à avaliação de políticas públicas referentes às seguintes áreas envolvendo o estado do Ceará: agricultura familiar; agronegócio; comércio internacional; desenvolvimento econômico; políticas públicas educacionais; finanças públicas; geografia econômica; gestão pública; infraestrutura; mercado de trabalho; política industrial; políticas sociais; regulação econômica; políticas de saúde pública; e violência e segurança pública. Os candidatos selecionados tem a contribuição técnica do IPECE, não excluindo a orientação dada pelo professor da instituição de ensino superior de origem do proponente. Serão premiados até 20 (vinte) projetos executados de monografia, dissertação ou tese, no valor total de R$ 40 mil, distribuídos da seguinte forma: R$ 3 mil para cada um dos autores das cinco melhores teses; R$ 2 mil para cada um dos autores das dez melhores dissertações e R$ 1 mil para cada um dos autores das cinco melhores monografias.

SEMINÁRIO

O primeiro seminário foi realizado em março deste ano (16) e teve como tema “A balança comercial é uma restrição ao crescimento econômico dos estados brasileiros? Uma análise para o período de 1991 a 2009”, assunto abordado por Felipe de Sousa Bastos, um dos autores do artigo/tema, juntamente com Guilherme Irffi e Ivan Castelar, todos do Programa de Pós-Graduação em Economia (CAEN) da Universidade Federal do Ceará (UFC). Ele fez a exposição para diretores, técnicos e analistas de políticas públicas do Ipece, seguido de debate. Já a segunda edição do seminário ocorreu em abril (05), quando o assunto abordado foi o “Problema do risco moral na educação básica: um modelo agente-principal para a distribuição de recursos da cota parte do ICMS”, trabalho apresentado por Diego Rafael Fonseca Carneiro, doutorando do CAEN da Universidade Federal do Ceará (UFC). O estudo tem como objetivo explicitar os mecanismos envolvidos nas transferências interfederativas, com foco na melhoria educacional, por meio da abordagem do modelo de Agente-Principal.

Assessoria de Comunicação do Ipece
(85) 3101.3509