Analista do Ipece aborda impactos de programas sociais em encontro sobre projetos do FIDA no Brasil

26 de abril de 2018 - 11:24

 
“Avaliação de impacto de programas sociais” foi o tema abordado pelo analista de Políticas Públicas do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) Jimmy Lima de Oliveira na última palestra do II Encontro do grupo de Trabalho de M&B dos Projetos FIDA no Brasil, realizado em Fortaleza, de 23 a 25 de abril, na Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Governo do Ceará (DAS). O evento fez o monitoramento e avaliação dos programas para o desenvolvimento rural financiados pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), que investe na população rural para reduzir a pobreza, aumentar a segurança alimentar, melhorar a nutrição e fortalecer a resiliência nos estados do Nordeste.
Durante o encontro foram apresentadas as experiências estaduais na execução dos programas. Representantes do Governo do Ceará apresentaram dados sobre o Projeto Paulo Freire, iniciativa implementada em parceria com o FIDA, uma agência das Nações Unidas. O programa de fomento produtivo visa erradicar a pobreza em 600 comunidades rurais de 31 municípios. Autoridades avaliaram andamento das atividades em Campos Sales, Tauá e Sobral.

As operações financiadas pelo FIDA no Brasil incluem seis projetos que beneficiam mais de 250.000 famílias e constituem um investimento superior a US$ 460 milhões sendo que seis projetos se encontram em execução e dois novos projetos estão em fase de desenho e expandirão as atividades do FIDA ao Maranhão e Pernambuco, gerando um investimento adicional de cerca de US$ 100 milhões e beneficiando outras 50.000 famílias rurais.

Com isso, o FIDA terá operações em todos os estados do nordeste. Dos projetos em execução, cinco são com os governos estaduais (Bahia, Ceará, Paraíba, Piauí e Sergipe) e um com o Governo Federal (segunda fase do Projeto Dom Hélder Câmara), incluindo sete estados do nordeste. Desde que começou a colaborar com o governo federal e os governos estaduais do Brasil nos anos 1980, o FIDA tem investido em atividades de desenvolvimento rural na região semiárida do Nordeste, conhecida como sertão.
Agora, está expandindo suas operações mediante dois novos projetos na área de transição entre a Amazônia e o Maranhão e no agreste e mata atlântica de Pernambuco. Isso levará o FIDA a atuar em todos os 9 estados do nordeste. todos os projetos financiados pelo FIDA no país se concentram em apoiar e promover a agricultura familiar. O objetivo é aumentar a produção e a renda dos agricultores familiares facilitando seu acesso a serviços essenciais – capacitação, crédito rural e assistência técnica, com atenção especial às tecnologias adaptadas ao clima –, fortalecendo suas organizações e conectando-os aos mercados.

Assessoria de Comunicação do Ipece
(85) 3101.3509