Varejo cearense regista alta de 1,6% em setembro de 2017 e de 3,7% em relação ao mesmo mês de 2016

14 de novembro de 2017 - 16:44

O varejo comum cearense apresentou, em setembro de 2017, variação positiva de 1,6 por cento em relação a agosto, quando ocorreu uma queda de 0,8 por cento frente a julho do mesmo ano. A alta apresentada em setembro foi a segunda maior variação apresentada pelo varejo cearense dentro do ano, superada apenas pelo verificado em junho, quando o varejo local apresentou variação de 1,7 por cento. Os números estão calculados de acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE e constam no Enfoque Econômico Nº 164 – Desempenho do Varejo Cearense em Setembro de 2017, que acaba de ser publicado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).

Na comparação do mês com relação ao mesmo mês do ano anterior, o varejo comum cearense registrou alta de 3,7 por cento em setembro de 2017 e o nacional crescimento de 6,4 por cento, destacando-se como as maiores variações no ano, números bem diferentes daqueles observados em setembro de 2016, quando o varejo comum nacional e cearense registraram baixas de 5,7 por cento e 7,0 por cento, respectivamente. Por sua vez, o varejo ampliado registrou variações ainda mais expressivas de 7,5 por cento para o varejo cearense e de 9,3 por cento para o varejo nacional. Esses resultados foram bem diferentes daqueles apresentados em setembro de 2016, quando foram observadas baixas de 9,4 por cento para o varejo cearense e de 8,5por cento para o ampliado nacional.

Em 2016, apenas um estado, Roraima, havia registrado crescimento nas vendas no período. Em 2017, esse número aumentou para quinze estados apresentando uma melhora significativa no quadro de vendas do varejo comum nacional. As maiores altas foram observadas nos estados de Santa Catarina (+13,7 por cento); Alagoas (+8,2 por cento); Amazonas (+6,7 por cento); Rio Grande do Sul (+5,1 por cento) e Pernambuco (+4,8 por cento). Mesmo diante o bom desempenho mensal de setembro, o varejo comum cearense registrou a sexta maior queda em vendas de 3,0 p por cento, superado por Goiás (-9,0 por cento), Roraima (-6,8 por cento), Distrito Federal (-6,7 por cento), Sergipe (-5,7 por cento) e Espírito Santo (-3,6 por cento).

Clique aqui e acesse o Enfoque Econômico – Nº 164 – Desempenho do Varejo Cearense em Setembro de 2017.


Assessoria de Comunicação do Ipece
(85) 3101.3509