Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Nova edição do farol da Economia Cearense é lançada pelo Ipece
Qui, 14 de Junho de 2018 08:01

O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) do Estado do Ceará, publica nova edição do Farol da Economia Cearense (nº 03/2018), elaborada pela Diretoria de Estudos de Gestão Pública (Digep). O trabalho disponibiliza dados, informações e análises sucintas para que os tomadores de decisão e demais partes interessadas tenham elementos para avaliar prospectivamente os rumos das economias do Brasil e do Ceará. O novo Farol já pode ser acessado no www.ipece.ce.gov.br.

O trabalho, ao traçar análises e perspectivas, afirma que  expectativa de crescimento da economia mundial em 2018 se mantém, o que pode beneficiar o Brasil e o Ceará. O diretor de Estudos de Gestão Pública do Ipece, Cláudio André Gondim Nogueira, um dos autores do trabalho, observa que existe uma maior incerteza devido às medidas protecionistas adotadas pelos EUA (principalmente) e o aumento da dívida pública. Em relação aos emergentes, o cenário apesar de adverso com o aumento do dólar e crescimento dos juros em economias avançadas, no geral ainda é positivo.

De acordo com Cláudio Nogueira, a economia cearense tem demonstrado uma recuperação econômica ainda lenta no 1º trimestre. O Estado tem apresentado recentemente uma boa performance na atração de investimentos privados e mantido bons níveis de investimentos públicos, embora seja importante continuar o esforço para manter as finanças estaduais sob controle. Ele acfrescenta que, nas análises setoriais específicas e, também, numa perspectiva mais agregada, “ainda se verificam alguns resultados oscilantes, principalmente no setor de serviços. No mercado de trabalho, houve uma melhora no saldo de empregos formais, o que é um importante sinal do reaquecimento econômico do Estado”.

O Diretor da Digep ressalta que a  economia brasileira no 1º trimestre cresceu 1,2 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior e que a geração de emprego também foi relevante, tendo um saldo líquido de quase 337 mil postos de trabalho formal de janeiro a abril em 2018. Mas, ainda se verificam variações no curto prazo, indicando que o ajuste é lento e difícil. Fatores como o crescimento da dívida pública e o contexto político turbulento continuam a gerar instabilidade ao cenário, prejudicando uma recuperação mais intensa da economia - analisa.

Ele afirma que as perspectivas favoráveis ao crescimento da economia brasileira em 2018 se arrefeceram nos meses de abril e maio/2018. Mesmo, com a inflação sob controle (abaixo da meta) e com o avanço gradual da produção industrial, a expectativa para a queda da taxa Selic e da taxa de câmbio diminuíram. Esse clima menos animador da economia, também é um reflexo dos últimos acontecimentos políticos (ex: greve dos caminhoneiros e instabilidade na administração da Petrobras).


ESTUDO

O Farol Economia Cearense, nesta edição, está dividido em sete partes. A primeira apresenta o Cenário Internacional; a segunda trata do Cenário Macroeconômico Cearense e Brasileiro de forma geral, observando alguns aspectos econômicos, como Produto Interno Bruto (PIB), Índice de Atividade Econômica, Formação Bruta de Capital Fixo, Investimento, Consumo das Famílias, Inflação, Taxa de Juros, Balança Comercial, Mercado de Trabalho, Expectativas de Mercado 2017 e 2018, Índice de Confiança dos Consumidores e Fatores de Incerteza.

Já na terceira parte é realizada uma análise dos principais setores da economia: Indústria, Comércio e Serviços. Na quarta é apresentada a situação das Finanças Públicas, enquanto a quinta aborda fatores de incerteza. A sexta trata sobre a expectativa de mercado para o Brasil em 2018 e a última síntese e perspectivas. Também são autores do Farol Aprígio Botelho Lócio, assessor Técnico; os analistas de Políticas Públicas Paulo Araújo Pontes; Alexsandre Lira e Daniel Suliano, e a assessora Técnica Ana Cristina Lima Maia. A edição contou também com a colaboração de Tiago Emanuel Gomes dos Santos, técnico, e  da bolsista Isadora Gançalves Costa Osterno, todos do Ipece.

Clique aqui e acesse o Farol da Economia Cearense - Nº 03 / 2018.


Assessoria de Comunicação do Ipece
(85) 3101.3509
 

Calendário

Junho 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30