Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Nova edição do Boletim de Gestão Pública é lançada pelo Ipece
Qua, 28 de Março de 2018 12:09

Uma nova edição do Boletim de Gestão Pública (nº 05 – novembro/dezembro/2017) acaba de ser lançada pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) do Estado. O trabalho, coordenado por Cláudio André Gondim Nogueira, diretor de Estudos de Gestão Pública do Instituto, apresenta quatro artigos: “PMSC Mobile: tecnologia móvel para gestão de atendimentos policiais da Polícia Militar de Santa Catarina”; Uma análise comparativa dos dados do pisa e os desafios para a educação cearense”; “O uso da metodologia custo-eficiência para centrais de tratamento de resíduos sólidos (CTRS) no programa de desenvolvimento urbano de polos regionais Vale do Jaguaribe e Vale do Acaraú” e “transparência e o e-government: um componente essencial para a democratização da informação”.

O primeiro artigo, que tem como autores Tiago Emanuel Gomes dos Santos e Cláudio André Gondim Nogueira, apresenta o caso de sucesso da ferramenta “PMSC Mobile: Tecnologia móvel para gestão de atendimentos policiais desenvolvida pela Polícia Militar de Santa Catarina”. Com o problema da segurança pública cada vez mais se agravando, investir em tecnologia torna-se fundamental para ajudar a polícia com instrumentos necessários e facilitadores à atuação investigativa policial no combate ao crime. A criação da ferramenta proporcionou à Polícia Militar de Santa Catarina melhoria dos processos de atendimento e das ocorrências policiais obtendo excelentes resultados principalmente no desempenho e otimização do tempo de atendimento.

Já o segundo artigo, que tem como autores Marília Monteiro dos Santos e Cláudio André Gondim Nogueira, analisa os resultados recentes do” Programme for International Student Assessment (PISA)” nas áreas de leitura, matemática e ciências, fazendo comparações ao nível de países da América Latina e, também, na perspectiva das unidades da federação brasileira. Os resultados mostraram que o Chile foi o país de referência em 2015 na referida região, mas que ainda assim ocupou a 44ª colocação geral e obteve pontuações abaixo da média da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Já o Brasil ocupou no mesmo ano apenas a 63ª posição no ranking. O Ceará, por sua vez, foi o 9º colocado na comparação nacional em 2015 e mostrou uma boa evolução nas avaliações de 2006, 2009, 2012 e 2015, inclusive superando a média nacional nesse último ano. Finalmente, argumentou-se que melhorar a qualidade da educação básica, obtendo performances compatíveis com os padrões de excelência internacionais é um dos grandes desafios do estado do Ceará para os próximos anos.

O terceiro artigo apresenta, de acordo com os autores Rogério César Pereira de Araújo e Débora Varela Magalhães, a análise sobre o Custo-Eficiência (ACE) para avaliar a viabilidade econômica que prevê a construção das Centrais de Tratamento de Resíduos Sólidos (CTR´s) no Programa de Desenvolvimento Urbano de Polos Regionais do Vale do Jaguaribe e Vale do Acaraú (Cidades 2), com intuito de mudar o cenário de impactos ambientais e sociais provocados pela disposição inadequada do lixo. As alternativas tecnológicas que apresentaram viabilidade foram a Incineração com Recuperação Energética (IRE), Aterro Sanitário (AS) e Aterro Sanitário com Recuperação Energética (ASRE). A alternativa com maior viabilidade econômica foi a ASRE com VPL, TIR e RBC, respectivamente, de R$ 342,2 milhões, 120,9% e 1,87, considerando uma taxa mínima de atratividade de 12% ao ano.

O quarto e último artigo, de autoria de Carlos Rubens Moreira da Silva e Luís Borges Gouveia , argumenta que, cada vez mais, os governos estão usando as tecnologias da informação e comunicação (TICs) para a divulgação dos atos da gestão pública no intercâmbio com o cidadão em busca da modernização da administração pública e melhoria dos processos administrativos e operacionais. Temas como eficiência, eficácia, transparência, desempenho, mecanismos de controle, prestação de contas e qualidades do gasto público, passaram a ser relacionados com esse processo de modernização e consequentemente sendo associados à constituição do governo eletrônico.

Clique aqui para acessar o Boletim de Gestão Pública - Novembro/Dezembro de 2017 - edição Nº 05


Assessoria de Comunicação do Ipece
(85) 3101.3509
 

Calendário

Abril 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 1 2 3 4 5