Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
272 empresas foram responsáveis pelas exportações cearenses em 2017, que totalizaram US$ 2,10 bilhões
Qui, 18 de Janeiro de 2018 07:04

Além do destaque na exportação de produtos Metalúrgicos em 2017, responsáveis por 51,11 por cento (equivalente a US$ 1,04 bilhão) do total exportado pelo Ceará (US$ 2,10 bilhões, crescimento de 62,48 por cento em relação a 2016), o grupo Calçados foi o segundo na pauta,  com valor de US$ 312,9 milhões, com participação de 14,9 por cento. As exportações de calçados em 2017 apresentaram um pequeno aumento, com variação de 7,61 por cento, influenciado tanto pela elevação de preço como pelo crescimento da quantidade negociada. Em 2017, as exportações cearenses foram realizadas por 272 empresas, quantidade inferior à verificada no ano anterior. Duas empresas exportaram acima de US$ 100 milhões e três exportaram entre US$ 50 e US$ 100 milhões.

Couros e peles e Castanha de caju aparecem no terceiro e quarto lugar na pauta exportadora, ambos registrando queda no valor exportado, de 16,7 por cento e 11,1 por cento, respectivamente. Também registraram redução no valor exportado as Frutas (-26,5 por cento), consequência da crise hídrica no Ceará. Já as exportações de Produtos Têxteis também tiveram queda (-22,3 por cento), indicando que o setor continua com dificuldade para exportar. O setor de Alimentos e bebidas registrou crescimento de 2,7 por cento e vem sendo visto como um segmento promissor para a exportação do Ceará. O segmento de Combustíveis minerais também apresentou alta (16,3 por cento), bem como a exportação de Lagosta: 17,1 por cento.

O principal destino das exportações do Ceará foi os Estados Unidos, com valor de US$ 421,2 milhões. Embora a participação de 2017 tenha sido menor do que a de 2016, ocorreu um crescimento de 39,6 por cento do valor exportado para os Estados Unidos. O México e a Turquia aparecem em segundo e terceiro lugar, com participação de 12,97 por cento e 8,94 por cento, respectivamente. O Ceará ampliou as vendas para esses dois países enviando principalmente produtos semimanufaturados de ferro ou aço não ligado. Os dados constam do  Ipece Informe - Desempenho do Comércio Exterior do Ceará em 2017 (Nº 123 – janeiro de 2018), publicado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará.

Clique aqui e acesse o IPECE Informe Nº 123 - Desempenho do Comércio Exterior do Ceará em 2017.


Assessoria de Comunicação do Ipece
(85) 3101.3509
 

Calendário

Maio 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2