Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
PIB do Ceará fecha em 2,17% no 2º trimestre de 2017, supera índice nacional e revela tendência de recuperação da economia
Ter, 12 de Setembro de 2017 08:30


O Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará fechou o segundo trimestre de 2017 com alta de 2,17 por cento em relação a igual período de 2016, quando ficou em – 7,18 por cento. Comparativamente ao primeiro trimestre deste ano, quando o índice ficou em 2,26 por cento, a elevação atingiu 1,33 por cento e o acumulado neste ano (primeiro semestre) é de 0,77 por cento. O desempenho revela que a economia estadual está em ritmo de recuperação, muito embora o acumulado nos últimos quatro trimestres ainda seja negativo: -2,21. Os números do PIB computam, pela primeira vez, as estimativas do impacto na economia estadual da operação da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP).

Os dados da economia cearense acabam de ser divulgados pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Ceará. O Instituto também  divulgou o cálculo do PIB sem o impacto da CSP e os números são: 1,34 por cento no segundo trimestre de 2017 em relação ao três primeiros meses do ano; 2,15 por cento se comprado com igual período de 2016 e acumulado de 0,73 por cento em 2017.

Dos três setores que compõem o PIB -  agropecuária, indústria e serviços – o primeiro apresentou crescimento de 41,26 por cento no segundo trimestre de 2017 em relação a igual período de 2016, quando fechou em -2.66 por cento. Portanto, de acordo com o professor Flávio Ataliba, diretor Geral do Ipece, a agropecuária – mesmo levando em consideração que é, dentre os três setores o que tem menor peso no cálculo do PIB (5,2 por cento de participação) – apresentou melhor resultado, contribuindo em muito para o “excelente resultado da economia cearense, que mostra sinais claros de recuperação, com dados acima do nacional”.


O segmento de serviço – que peso (participação) de 75,6 por cento no cálculo do PIB - cresceu 0,13 por cento no segundo trimestre deste ano em relação ao mesmo trimestre do ano passado, quando fechou em -6,80 por cento. “O serviço já apresenta reação positiva, inclusive com relação  ao primeiro semestre deste ano, quando o índice ficou em -0,27 por cento, mostrando, desta forma, início, embora tímido, de alavancagem” – frisa o Diretor Geral do Ipece, acrescentando que ser ainda negativo, de -0,07 por cento o acumulado em 2017 e nos últimos quatro trimestre de -2,41 por cento.

O setor industrial (participação de 19,2 por cento no cálculo) fechou o segundo trimestre deste ano com índice de -0,17 por cento em relação ao resultado de igual período de 2016 ( -10,23 por cento). Porém, no primeiro trimestre deste ano o setor fechou com -1,28 por cento e o acumulado no ano ficou em -0,73 por cento, enquanto que nos últimos quatro semestres em -4,02 por cento. A indústria de transformação, segundo Adriano Sarquis, diretor  de Estudos Econômicos do Ipece, foi a que obteve melhor resultado no segundo trimestre deste ano, com índice de 7,01 por cento, seguido pela segmento de eletricidade, gás e água, com 0,49 por cento.

O PIB é um indicador que mostra a tendência do desempenho da economia cearense no curto prazo. Além do Ceará, mais sete estados brasileiros realizam o cálculo de sua economia trimestralmente: Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo, que utilizam a mesma ponderação das Contas Regionais. É calculado com base nos resultados dos três setores, Agropecuária, Indústria e Serviços, e desagregados por suas atividades econômicas. É importante ressaltar que, como indica somente uma tendência de crescimento ou arrefecimento da economia, suas informações e resultados são preliminares e sujeitos a retificações, quando forem calculadas as Contas Regionais definitivas, em conjunto com o IBGE e as 27 Unidades da Federação.

Clique aqui e acesse a Apresentação do PIB 2º Trimestre de 2017


Assessoria de Comunicação do Ipece

(85) 3101.3509
 

Calendário

Novembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2