Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Volume de exportações do Ceará apresenta queda entre 2011 e 2016, seguindo tendência do Brasil no mesmo período

O comércio exterior brasileiro de calçados, polainas e artefatos semelhantes (e suas partes) tem apresentado declínio. Entre 2011 e 2016, a queda foi  de 22,3 por cento, passando de US$ 1,498 bilhão para US$ 1,164 bilhão. E o Ceará, que ocupa a segunda colocação (valores das exportações) no ranking nacional, também apresentou involução no mesmo período, só que de 20,5 por cento, passado de US$ 365,9 milhões em 2011 para US$ 290,8 milhões em 2016. O Rio Grande do Sul, no mesmo período, registrou queda de 25,3 por cento, ou seja, de US$ 727,4 milhões para US$ 543,1 milhões.

A queda nas vendas nacionais foi resultado da redução nas exportações dos cinco principais estados: Rio Grande do Sul (-25,3 por cento), Paraíba (-23,0 por cento), Ceará (-20,5 por cento), São Paulo (-20,5 por cento) e Paraíba (-12,5 por cento) entre 2011 e 2016. O Rio Grande do Sul finalizou a série com participação de 46,4por  de tudo que o país exportou desse produto em 2016, tendo apresentado recuperação a partir do ano de 2012. Já a participação cearense vem apresentando comportamento inverso, com perda de participação também a partir de 2012, finalizando a série com um quarto do que o país exportou desse produto.

Os dados estão no Ipece/Informe (nº 117 – agosto de 2017) – Análise do Comércio Exterior de Calçados: Brasil e Ceará – 2011 a 2016, já disponibilizado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado. O documento foi elaborado pelo analista de Políticas Públicas Alexsandre Lira Cavalcante e pela assessora Técnica Ana Cristina Lima Maia, ambas do Instituto.

De acordo com Alexsandre Lira, as vendas externas de calçados e partes realizadas pelo Ceará têm grande representatividade no contexto nacional, com duas grandes cidades cearenses exportadoras: Sobral, maior município exportador do Brasil, e Uruburetama, o terceiro lugar no ranking nacional. A balança comercial do grupo calçados e partes do Ceará é constituída principalmente pelas exportações, sendo o valor das importações muito pequeno.

Os principais produtos exportados pelo Ceará são calçados com matéria prima predominante de borracha, com destaque para: Calçados de borracha ou plásticos, com parte superior em tiras ou correias, fixados à sola por pregos, tachas, pinos e semelhantes; e outros calçados cobrindo o tornozelo, parte superior de borracha, plástico. Porém, pode-se afirmar que o pauta de calçados é bem diversificada, composta por outros tipos de calçados. Os principais destinos desses produtos são os Estados Unidos e países do Mercosul. Ressalte-se que houve uma redução no valor exportado para os países da Europa.

Clique aqui para acessar o IPECE Informe Nº 117 - Análise do Comércio Exterior de Calçados: Brasil e Ceará – 2011 a 2016


08.08.2017


Assessoria de Comunicação do Ipece
Pádua Martins
(85) 3101.3509
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

Calendário

Outubro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4